quarta-feira, 30 de junho de 2010

Descubram as diferenças...

Há dias em que as saudades de Angola e do que lá ficou ficam mais pequeninas... se não vejam:

Os CTT perderam a minha última encomenda feita no Baú da Mimi e uma carta das Finanças... gosto especialmente desta parte porque não faço ideia do que seja...

Ontem cheguei a casa e nem Tv, nem telefone e nem Internet.... avaria da PT... porreiro... Mas até foram bastante prestáveis e hoje já iam resolver a situação... o unico senão é que ligam-me às 11 da manhã a perguntar se estava alguém da parte da tarde em casa, eu disse que sim mas ia depender da hora a que lá fossem.... disseram que às 16h lá estariam.... Não estão!!

Nada de anormal se eu não tivesse agora ligado para o apoio técnico (sim, porque é muito giro andarmos a brincar com o tempo das pessoas) e não me tivessem dito que até às 20h fica resolvido... Tão bom!!!

Não era mais fácil terem-me dito logo que não sabiam a que horas lá conseguiam estar e quem fosse que chegasse preparado para uma grande seca.... e a aturar-me as cadelas ainda por cima...

Era bem mais fácil não era? e melhor....

Tanta honestidade que falta a este País.... tal como na selecção! (Quieta!!!! disseste que não falavas mais disto!!!!!)

Mas bom, mesmo bom era os CTT saberem das minhas coisas.... dava um jeitão...... e acima de tudo que não me dissessem que "pronto, pode aguardar... esperar mais uns dias e ver o que acontece..."

Nestes dias, a diferença entre Angola e Portugal quase não se vê..........

Closure/Fim

ou como diremos nós encerramento da coisa:

Valha-nos o Mundial para reconhecermos o Eduardo e o Fabio Coentrão e os grandes jogadores que são.

Mas não me falem da selecção enquanto as coisas se mantiverem como estão.
Não sei de quem é a culpa, nem quero cometer o recorrente erro de achar que o Scolari é que era bom... aquilo que temos a mania de fazer... porque também sei que se tivessemos ganho ontem à Espanha, aqueles de que hoje se diz mal, seriam os maiores.

Não vou entrar nessas coisas.

Sim, tenho saudades da emoção do Scolari. Do sangue, suor e lágrimas que a nossa selecção deixou nos relvados nesses tempo. Esse tempo que já passou. Já passou o tempo do Figo, do Rui Costa, do Pauleta, e de todos esses que com a força dos Portugueses se tornaram gigantes naquele belo ano de 2004.

Saudosismo também algo de que gostamos muito...

Não, não gosto do Carlos Queiroz e não lhe reconheço particular aptidão para o cargo.
Não, não gosto do Cristiano Ronaldo na selecção - nunca fez nada.
Não, quem viu o que eu vi nos jogos de qualificação não punha o Danny a jogar.

Tenho pena de ver a nossa selecção ser tão mediocre.

Mas às tantas penso se não será um reflexo do País... perdido entre negócios da TVI, dos milhoes dos submarinos ou dos helicopteros, da Face Oculta e da casa Pia... da falsidade, da hipocrisia e da falta de capacidade.

Nem vale a pena entrar por aí...

2 anos disto? Não posso... Os belos dos patrocinadores que correram com o Scolari agora não fazem nada?

Não percebo! Mas parece-me que só vou voltar a ver a selecção quando o Mourinho chegar...

Golo sofrido aos 63 minutos... mas que raio andámos a fazer naquele campo?

Nem vale a pena. Está feito. Mas para bem dos Portugueses, para a próxima, façam as coisas bem feitas!!
De vergonha, já estamos fartos.

Mas enganei-me - sempre achei que não passávamos da fase de grupos... aliás, eu achava que nem erámos qualificados... afinal.... não estamos assim tão mal... até marcámos 7 golos à Coreia...

Selecção: tenham mais respeito pelos Portugueses que vos apoiam. Vocês que receberam o suficiente por estes dias (tanto!) que dava certamente para reconstruir a Madeira...

The end

terça-feira, 29 de junho de 2010

Blue... De Angola para Portugal...

"Nas ruas de Luanda não há quem não conheça a Blue. Seja nas festas de quintal dos musseques, em terra batida, ou nos painéis de publicidade exterior de grande formato, que trazem à cidade de asfalto esta bebida - parte integrante do estilo de vida angolano.


Lançada em 2005, a Blue aventura-se este ano na internacionalização. Portugal é o primeiro país na estratégia, onde vai entrar com três dos nove sabores. As variedades mais angolanas (coco/ananás, tamarindo e maracujá) foram as escolhidas para o arranque, deixando de fora os sabores mais comuns (laranja, manga, ananás, framboesa, maçã e lima-limão). No mercado nacional, a Blue posiciona-se para os 34 mil angolanos que oficialmente vivem em Portugal.

Eurico Feliciano, coordenador de marketing da Refriango, que produz e comercializa a marca, refere que a empresa ainda está a analisar possíveis pontos de venda. O canal Horeca (hotéis, restaurantes e cafés) é a prioridade. "A aposta nesta fase passa sobretudo pela presença da marca onde existe uma maior frequência de visitas da comunidade angolana residente em Portugal. É sobretudo nestes pontos que está a ser feita a prospeção e a preparação da entrada no mercado português", explica. Em termos de preço, Eurico Feliciano avança que deverá ser acima dos 100 kwanzas (cerca de €1) praticados em Angola.

Benfica, FC Porto e Sporting
A primeira aparição da Blue em Portugal foi, na época passada, nos estádios onde decorriam jogos do Benfica, Porto e Sporting. A frase "Angola numa Blue" intrigou os adeptos que desconheciam por completo a marca. "O patrocínio à Liga portuguesa teve como primeiro objetivo apelar ao orgulho angolano, por verem pela primeira vez uma marca de Angola a comunicar fora do país. O segundo objetivo foi preparar a entrada da Blue no mercado português e nos países pertencentes à CPLP", explica, acrescentando que Moçambique será o segundo mercado internacional onde a marca irá chegar.

Questionado sobre a possibilidade de alinhar com o próximo campeonato nacional, o coordenador de marketing da Refriango avança que este foi um dos meios de comunicação que maior visibilidade deram à marca e que a empresa tenciona continuar a comunicar em Portugal. O concerto do cantor angolano Yuri da Cunha, no Campo Pequeno, é a próxima aposta da Blue, que em 2011 vai encerrar em Lisboa o Blue Road Show, digressão em Angola que leva às províncias os cantores do momento.
(...)
Eurico Feliciano avança que a água Pura e os néctares Nutri são as segundas marcas com mais peso, seguidas da água tónica Welwitschia. Até ao final do ano, será posta a funcionar uma nova fábrica que permitirá aumentar a capacidade de produção para 900 milhões de litros por ano.

Com apenas cinco anos, a Blue soma prémios. Este mês recebeu a distinção Superbrand Angola, numa cerimónia que decorreu no Centro de Congressos de Talatona, em Luanda, e com a Medalha de Prata Monde Selection, entregue em Frankfurt, na Alemanha.

De Portugal para Angola
A Refriango é o resultado da vontade de um português, Luís Vicente, e de um angolano, José Estêvão.
O negócio português que começou em 1992 por distribuir vinhos (Dom Cacho, Gaivota e Tropicana), hoje tem 17 marcas próprias e um investimento de cerca de 30 milhões de dólares por ano. A Blue deu início à diversificação e é a estrela da companhia. Um ano depois surge a água tónica Welwitschia, produzida à base da planta com o mesmo nome existente no deserto do Namibe, no sul de Angola, com alegados benefícios na prevenção da malária. Em 2007 dá-se o lançamento do N'ice tea, refrigerante à base de chá gelado, dos néctares Nutri e da água Pura. A entrada em novas categorias de produtos acontece em 2009, com a Flash (gasosa), a Speed (energética) e a Red Cola (cola). Feito do fruto da cuieira, Cuia é o produto mais jovem da empresa, em todos os sentidos.


Foi para a rua há cerca de dois meses e dirige-se aos consumidores até aos 14 anos, que representam 42% da população angolana."

Texto publicado na edição do Expresso de 26 de Junho de 2010


Courage #1

Courage
by Fion Lim

Courage is not only gifted to the few brave ones,
It is something that lies within you,
Where you can draw upon its strength and power,
In times of crisis, fears and decisions.
Courage is not something mysterious or unattainable,
It is something that you can exercise in your daily life choices,
You can let it bring to you untraveled paths,
And make you more conscious and aware of your life.
Courage does not have to roar to be heard,
It does not mean being totally fearless and being invincible,
It could mean taking actions, taking risks, taking a stand,
Standing up for yourself, standing by your choices,
And sticking to your dreams when others jeered.
Courage could be the will to live in spite of the struggles,
In spite of your fears and phobias, in spite of what others said,
In spite of criticisms and disapproval, in spite of mistakes and failures,
In spite of everything that stands between you and your dreams.
Courage could mean trying over and over again when you failed,
Admitting that you are sorry when you are in the wrong,
Saying I love you when your love is angry,
Having a baby when the idea of being a parent scared you,
Listening to your heart when others called you a fool,
Following your dreams even when others discouraged you,
And staying true to yourself when others want you in another way.
Hold steadfast to your dreams, your heart and yourself,
And courage will not abandon you,
But follows you whenever you choose to go.

Desabafos #1

Acredito que devemos ter a humildade de sofrer as consequências das nossas decisões.

Talvez não a humildade mas antes a força necessária para sofrer as consequências das nossas decisões.

Também sei que é facil de falar e por vezes dificil de por em prática....

Sei que por vezes, pintamos o quadro de cor-de-rosa e a tinta afinal sai negra... e na maior parte das vezes não estamos a contar com isso e somos apanhados de surpresa. Mas é a vida! É levantar e andar!

Sufoco em situações que não têm alternativa pois, por norma, se algo começa a correr não da forma esperada, aí estou pronta a saltar para outra opção que me pareça mais viavel. Mas há situações em que nada, mas nada se pode fazer porque já agimos tarde demais. Porque desconhecemos as regras do jogo, ou porque simplesmente de facto, a decisão tomada não foi a melhor. Ou então porque nos falta a força para reconhecer isso mesmo. A força para ficar e lutar ou a  força necessária para cortar amarras e partir para outra.

Confesso que já fui rapariga para me borrifar para tudo e todos e simplesmente soltar amarras e partir para outra. Agora já não tanto, agora já há muito em jogo e acima de tudo já não sou só eu... Agora já me debato a analisar se devo sair ou ficar. Mas tenho a força necessária para as duas alternativas. Mas sozinha, às vezes não tenho força suficiente para dois.

Esta situação do visto do Ivan está-me a começar a chatear... a sério...
A vontade que tenho às vezes é mandar tudo para o espaço. Deixar este projecto para outros. Outro tempo, outro lugar, outro alguém.

Exige de nós uma força que não temos. 10 meses em Angola sem vir a Portugal! É demais. Tira a força a qualquer um.

Dou por mim por vezes a pensar se não é melhor esquecer os dólares e este projecto. Para o meu marido sei que sim, neste momento, mas e depois? A alternativa parece tão pior...

Por mim não desisto mas eu estou numa cidade europeia, não estou há 10 meses em Luanda...

Ou pego em mim, deixo tudo mais uma vez e vou acalmar os ânimos? Afinal, já tenho a vida em stand by há uns meses - 10... não é por a deixar outra vez em espera que alguém morre por isso...

Mas afinal, que ando a fazer aqui? Para quê tudo isto? Nunca contei que a cor deste quadro fosse rosa (não tenho feitio para achar que vai tudo correr lindamente!) mas confesso que tinha pensado num azul escuro... não neste negro...

Culpa nossa sim, em parte - decisões que não houve coragem para tomar no seu tempo...

Mas depois custa viver com as consequências...
e falta-nos a força...


Não por mim, mas começo a ficar seriamente preocupada, com ele.

Vamos ver o que vai acontecer... Tudo se resolve... e estas coisas são apenas momentos... que passam!

Acima de tudo, preciso e tenho força!!! Para isto e muito mais. E o resto?


Muse and The Edge, Where the Streets Have No Name, Glastonbury 2010 {HQ}

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Quotes #1

Pormenores.... dos menos bons

Hoje, vinha ali na estação de metro do Campo Grande e dou por mim a reparar num rapaz que em si nada de especial tinha, mas pela sua postura e forma de andar... Aproximou-se da primeira senhora de cabelos brancos e pediu dinheiro... e eu a pensar, "mais um que me vai chatear" literalmente.... ainda só tinha 2 cafés no estomago e eram 8 da manhã, uma segunda-feira...

Mas não, aquele rapaz, desviava-se de todas as que não tivessem idade para ser suas avós.... e percebi porquê... era a tipica frase do "não tenho suficiente para o autocarro"...

O que me fez confusão, não foi o pedir, foi a quem ele pedia...

Sou daquelas que pensa que se não tem qualquer incapacidade (as mentais mas falsas, não contam) podem muito bem é ir trabalhar e deixar de andar a pedir pelas ruas... Sim, não dou a não ser a causas em que acredito! Juro que não é facil porque como diz o meu marido eu levava animais e gente para casa se me deixassem, mas não - lamento!!! Vão trabalhar aqueles que tê corpinho para isso.

Mas pedir apenas a idosas? A sério.... fez-me confusão.... Pessoas que às vezes mal têm dinheiro para os medicamentos... pessoas que se sentem sozinhas... algumas inocentes e indefesas....

Eu sei, foi o que ele pensou, possivelmente....

Mas por outro lado, não foi ser um nadita burro? A malta não ia reparar?
Ou isto é mais uma daquelas coisas que eu vejo e a maioria não... talvez....

Mas aquilo pareceu-me mal! Muito mal!

domingo, 27 de junho de 2010

Festival "Barriga de Abade" em Alcobaça

"Entre os pratos típicos que irão representar 10 regiões de Portugal Continental e Ilhas, as demonstrações de cozinha e a animação musical e infantil, a cidade de Alcobaça recebe o Barriga De Abade – Festival Gastronomia e Cultura, de 24 a 27 de Junho, no MercoAlcobaça.


Um convite à população para que encha a barriga de Tradição e Cultura."



Quem me conhece sabe que eu tenho orgulho na minha "terra". Desde o fabuloso Mosteiro, aos seus doces conventuais - sim, as fantásticas cornucópias, os segredos, o manjar dos deuses - a ginja, o frango na pucara, a maçã, enfim.... o que vocês queiram.....

Ontem porque estava curiosa com este 1º Festival - Os doces conventuais serão em Novembro, resolvi ir lá jantar:

Regiões e Restaurantes representados:



Açores - Espaço Açores

Alentejo - A Canga

Algarve - Tasca Rasca

Beira Interior - O Flor

Beira Litoral - O Porquinho

Douro - O Costa

Estremadura - EPADRC - Escola Profissional de Agricultura da Região de Cister

Ribatejo - Taberna do Quinzena

Alto Douro e Trás-os-Montes - Académico

Minho - O Augusto

Outras participações


Escuteiros - Agrupamento de Escuteiros de Alcobaça

Produtos Alimentares Certificados Ponto de Gosto

Artesanato (Júlia Ramalho, Lúcia Duarte e Paula Teresa)

Doces e Licores de Alcobaça

Delta Cafés

Área de Sensibilização Alimentar

APMA - Ass. De Produtores de Maçã de Alcobaça

EPADRC - Escola Profissional de Agricultura da Região de Cister

Câmara Municipal de Alcobaça


Jantei no Restaurante Canga, do Alentejo! Comi umas belas Migas com entrecosto, bebi um belo vinho alentejano... muito bom!! Sim, não tivesse eu uma costelazita alentejana....



Sim... lá se foi a dieta!! Eu prometo portar-me bem no ginásio esta semana!!!  :)

sexta-feira, 25 de junho de 2010

O ketchup português...

Dizemos mal da frase do CR mas nesta fase deve estar meio mundo português a ver este jogo que nos levará (ou não) aos oitavos de final!!

Força Portugal!!



O sexo e a cidade - versão eu



Tirando a parte do fútil e do indecisa... até está muito bem... e sim, pareço eu....em alguns dias ;)

Ora então: a Carrie....


I miss you - Incubus

quinta-feira, 24 de junho de 2010

A bela Itália....

Ora, com alguma pena minha foi-se embora a Itália...

Foi-se embora o.....



Resta-me o Roque.....................


Tenho de ver melhor a selecção da Holanda..... tenho tenho.....



Pergunta #1

Sabem qual é a diferença entre as manchas deixadas na pele pelo autobronzeador a sair e a celulite?

.... Umas saem muito mais facilmente que outras....


A inveja é uma coisa tão feia de facto!!!!!!!!!!


quarta-feira, 23 de junho de 2010

Sorry....

Ando em experiências com a aparência do meu blog....

Eu que até não sou nada mas mesmo nada INDECISA, ainda não consegui optar por um design...

Bem, vou continuar em experiências...

Owl City - Fireflies

O bouquet....


Conseguem ver? Tão lindoooooooooo

Foi há 3 anos...

O dia mais bonito (até hoje) da minha vida.

A esta hora estava eu já 5 minutos atrasada mas o noivo também ainda não tinha chegado ao Mosteiro... ehehe

Eu atrasei 40 minutos (graças ao Luís - leia-se o fotografo!) que só queria tirar fotos... e o Ivan atrasou 10 minutos... o Sr. Padre Cosme já achava que não ia haver casamento :)

Eu a esta hora andava a tirar fotos no jardim da minha mãe... Já tinha sido a correria para o cabeleireiro para depois chegar lá e ver que me tinha esquecido das peçinhas do cabelo... volta para trás.... Eu que ia "morrendo" de felicidade quando vi o meu ramo trazido pelo "Trevo"... tão lindo!!!

E as minhas 2 meninas, tão lindas que estavam... claro que o vestido da Francisca antes de chegar ao Mosteiro já tinha menos 2 ou 3 flores ehehehe

Este nosso dia foi fabuloso! Correu lindamente!! E acima de tudo estou muito orgulhosa do bom momento que proporcionámos aos nossos convidados. Gostei de saber que gostaram deste nosso dia! Gostei de saber que o meu pai e a minha avó estavam comigo e orgulhosos de mim...

Não consegui entrar sozinha (como queria) no Mosteiro - mas tinha lá o 3º mosqueteiro. :)

Bem à hora a que estou a terminar este post eu ainda estava atrasada e o Ivan e o Sr. Padre andavam de um lado para o outro no altar ehehehe

E como disse o Padre Cosme "que nós demoremos tanto tempo a chatearmo-nos como eu demorei a chegar ao Mosteiro!!!"

terça-feira, 22 de junho de 2010

Lembrete #1



Não vais voltar a repetir a coisa! Chega! Fica quieta!!

100!!!


O post n.º 100... sim, para quem nunca pensou ter um blog, estou orgulhosa deste meu canto. E, grata pelo vosso acompanhamento e pela vossa simpatia!!! E gosto particularmente do facto de o meu marido, a 6.100 kms de distãncia ser também um assíduo seguidor :)


Não garanto que hajam mais 100, mas os que houver serão sempre com verdade e com a voz do coração.

Não me levem é assim muito, muito a sério eheheh

Há dias assim... felizmente :)


segunda-feira, 21 de junho de 2010

Cristiano Ronaldo Goal - Portugal 7 - 0 N.Korea [Funny Goal HD]

Hoje....



....começa o Verão!!!!!!!

:)

Hoje...



É dia de gritar pela nossa selecção!!!

Parabéns Portugal!!!!

Pequenas coisas #1

Hoje, vinha no elevador, para o 10º andar do escritório e dei por mim a olhar para a minha franja... aquela que confesso, na maior parte dos dias me irrita pelos "jeitos" que tem...

Mas hoje, pela primeira vez na vida (é de dizer que em raras ocasiões tive a franja assim curta), dizia eu... hoje, ao olhar para ela no espelho lembrei-me de uma das pessoas mais importantes da minha vida, e na ondinha que o cabelo dele fazia quando estava em determinado comprimento... neste exacto sitio onde a minha franja insiste e desobeceder-me...

O meu pai que tinha a "mania" de tentar alisar o cabelo, sim porque o dele fazia esta mesma ondinha... Eu tenho essa mania...

Eu sei que tenho muito dele... mas é impressionante como às vezes temos tanto e não nos apercebemos.

Não compensa de forma nenhuma o vazio da sua ausência mas aquece-me um pouquinho mais o coração.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

O fim da viagem



A viagem não acaba nunca. Só os viajantes acabam. E mesmo estes podem prolongar-se em memória, em lembrança, em narrativa. Quando o visitante sentou na areia da praia e disse:



“Não há mais o que ver”, saiba que não era assim. O fim de uma viagem é apenas o começo de outra. É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na primavera o que se vira no verão, ver de dia o que se viu de noite, com o sol onde primeiramente a chuva caía, ver a seara verde, o fruto maduro, a pedra que mudou de lugar, a sombra que aqui não estava. É preciso voltar aos passos que foram dados, para repetir e para traçar caminhos novos ao lado deles. É preciso recomeçar a viagem. Sempre.
José Saramago

Coming Together As ONE

Estou.....

... mais uma vez capaz de matar o Edgar! :)

Não é uma questão de doer... os meus músculos coitados já devem estar é dormentes - já nem é dor... mas estou tão estafada/estoirada/knocked out... que nem consigo explicar bem....

Sim, tá bem, ele é que não vê este blog porque senão diria que depois do treino (puxado/exigente/etc)


que tive de manhã... ninguem me mandou ir para body balance à tarde... pois tá bem....


Bem, logo vou a Pilates....  a ver se melhoro..... LOL



quinta-feira, 17 de junho de 2010

Avatar Trailer - "I See You" by Leona Lewis

Gosto muito!

The Smurfs-Teaser Trailer... eu gostava tanto disto!!!!

Definições #2

AFINIDADE - ARTHUR DE TÁVORA.



Afinidade é um dos poucos sentimentos que resistem ao tempo e ao depois.


Afinidade não é o mais brilhante, mas o mais sutil, delicado e penetrante dos sentimentos. E o mais independente. Não importa o tempo, a ausência, os adiamentos, as distâncias, as impossibilidades. Quando há afinidade qualquer reencontro retoma a relação, o diálogo, a conversa, o afeto no exato ponto em que foi interrompido.


Afinidade não é haver tempo mediando a vida. E uma vitória do adivinhado sobre o real, do subjetivo sobre o objetivo, do permanente sobre o passageiro, do básico sobre o superficial.


Ter afinidade é muito raro, mas quando existe não precisa de códigos verbais para se manifestar. Existia antes do conhecimento, irradia durante e permanece depois que as pessoas deixaram de estar juntas. O que você tem dificuldade de expressar a um não afim, sai simples e claro diante de alguém com quem você tem afinidade.


Afinidade não é ficar longe pensando parecido a respeito dos mesmos fatos que impressionam, comovem, mobilizam. É ficar conversando sem trocar palavras. E receber o que vem do outro com aceitação anterior ao entendimento.


Afinidade é sentir com, nem sentir contra, nem sentir para , nem sentir por, nem sentir pelo. Quanta gente ama loucamente, mas sente contra o ser amado. Quantos amam e sentem para o ser amado e não para eles próprios.


Sentir com é não ter necessidade de explicar o que está sentindo. É olhar e perceber. É mais calar do que falar ou quando é falar, jamais explicar, apenas afirmar.


Afinidade é jamais sentir por. Quem sente por confunde afinidade com masoquismo. Mas quem sente com avalia sem se contaminar. Compreende sem ocupar o lugar do outro. Aceita para poder questionar. Quem não tem afinidade questiona por não aceitar.


Afinidade é ter perdas semelhantes e iguais esperanças. É conversar no silêncio tanto das possibilidades exercidas, quanto das impossibilidades vividas.


Afinidade é retomar a relação no ponto em que parou sem lamentar o tempo de separação, porque tempo e separação nunca existiram, foram apenas oportunidades dadas (tiradas) pela vida para que maturação comum pudesse se dar e para que cada pessoa pudesse, possa ser, cada vez mais, a expressão do outro sob a forma ampliada do eu individual aprimorado.

Definições #1

Inveja

Os melhores Gifs sobre inveja:
www.MiniRecados.com/gifs_sobre_inveja/




Inveja é um sentimento de aversão ao que o outro tem e a própria pessoa não tem. Este sentimento gera o desejo de ter exatamente o que a outra pessoa tem (pode ser tanto coisas materias como qualidades inerentes ao ser)e de tirar essa mesma coisa da pessoa, fazendo com que ela fique sem. É um sentimento gerado pelo egocentrismo e pela soberba de querer ser maior e melhor que todos, não podendo suportar que outrem seja melhor.



Numa outra perspectiva, a inveja também pode ser definida como uma vontade frustrada de possuir os atributos ou qualidades de um outro ser, pois aquele que deseja tais virtudes é incapaz de alcançá-la, seja pela incompetência e limitação física, seja pela intelectual.
(Wikipédia)

"Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima!"
Arthur Schopenhauer



"O número dos que nos invejam confirma as nossas capacidades."
Oscar Wilde

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Recomendo vivamente!!

"Fake Bake gives an instant sun-kissed colour and develops into a long lasting sunless fake tan by combining naturally derived tanning agents DHA and Erythulose ­ guaranteeing longer lasting (up to 50% longer), more natural-looking results. We have developed botanical ingredients to remove parabens and artificial preservatives. Our specialist self-tans offer added benefits like anti ageing, anti cellulite and anti oxidants. Fake Bake has become the choice of beauty experts and celebrities alike. So if you want to fashion a tan like Jennifer Anniston and Cheryl Cole then Fake Bake is establishing itself as the best fake tan."


(retirado do site da marca!!!)
If there's any problem by using this image and text please contact me so that i can remove it.

Futebol para gaijas!!!

Antes de mais deixem-me começar por dizer que estou pouco entusiasmada com a Selecção. E há que ter este ponto em conta...

Mas tenho uma dúvida: fizemos o jogo que fizemos ontem (lento, enfadonho), a Coreia dificultou a vida ao Brasil da maneira que se viu (sim eu sei o Brasil ganhou, mas teve a vida dificil!!). O nosso próximo adversário foi super organizado a nivel táctico, muito defensivo, determinados e rápidos no contra ataque... ora isto contra nós... não sei não...

Sim até pode ser o medo de que tanto falam.... mas o problema é que eu vi 2 jogos do apuramento.... e como desses jogos que vi saí desanimada... agora não consigo ter mais que uma réstia de esperança na nossa selecção.

Ah, falta eu dizer outra coisa: não gosto mesmo nada do Queiroz enquanto seleccionador nacional. Não duvido do profissionalismo e das competências do sr... (não acompanhei o percurso dele a não alguns dos muitos jogos que vi do Manchester), por isso não me pronuncio mas a sério... nhão arranjávamos melhor seleccionador nacional?

Tenho saudades daquele entusiasmo da população, não falo do de 2004, mas do 2006....

2004 foi um ano mágico isso é certo... e desse convém guardar a lembrança... Mas será que tem de vir um Mourinho para voltarmos a ter essa vibração na população?

Às tantas....

terça-feira, 15 de junho de 2010

Apeteceu-me....

Hoje é dia de....

Força Portugal!!!!

(eu estive lá!!!) com muito orgulho.... (mais do que hoje, confesso....mas é a nossa selecção!!!)

Vamos acreditar

(e esquecer o ketchup.....)


segunda-feira, 14 de junho de 2010

Fake bake...

Confesso que não sou dada a auto-bronzeadores.

para já, não tenho assim muita paciencia para ter cuidado a colocar e então fico sempre linda... com manchas...

Mas esta ideia despertou-me a atenção e então hoje lá fui eu...

Primeiro ponto a reter: à hora de almoço não porque considerando que aquilo (leia-se, a cor) vai ficando mais escuro (a)... damos por nós como animal no zoo... ah pois...

Obrigado meus queridos coleguinhas - gosto muito de vocês!!

Mas pronto... Se de facto:

"Fake Bake products contain a wash-off cosmetic guide colour to make application easy.

Fake Bake gives longer lasting (up to 50%  longer than self-tans), more natural-looking results.
Fake Bake is made from only the finest  naturally derived ingredients
Fake Bake self-tan regimes offer a  variety of skincare benefits – anti-ageing, anti-oxidant protection.
Fake Bake products are pleasantly fragranced and don’t leave the strong smell often associated to other self-tans.


Fake Bake products are not tested on animals.
Fake Bake products are free from parabens."

Aqui estou eu à espera do resultado final... amanhã logo vos conto....

para já parece-me bem...

Acham que vou ficar assim?? eu gostava.... LOL


(imagem retirada da net)

Mais desenvolvimentos, durante o dia de amanhã onde acompanharemos o evoluir da situação.

Apenas de notar que, sendo a Lindsay Lohan uma das impulsionadoras da coisa, considerando uma foto dela que vi aqui não sei o que pensar... não sei mesmo....


sexta-feira, 11 de junho de 2010

Norah Jones, Come away with me

Angola... Migas com gindungo...

Andava eu na net à procura de receitas de Moamba (graças à conversa no treino desta manhã) e fui parar a este blog fantástico.

Quem quiser aprender umas coisas sobre Angola tem aqui uma bela oportunidade.

E pronto, ao ler isto.... Saudade....

Estou cá tão bem, mas tenho tantas saudades de estar lá...

Daquela gente, daquela realidade que nos faz apreciar esta, dos fins de semana de praia, dos imbondeiros (tenho um fascinio por esta arvore mas acho que ja vos disse), daquelas pequenas aventuras do dia a dia que nos fazem querer puxar o cabelo mas que depois (bem depois) provocam uma bela gargalhada...

A vida lá faz mais sentido... é mais pura, tem mais essência... as necessidades são básicas.... as dificuldades são muitas e isso ajuda-nos enquanto ser humano a crescer... A apreciar o que temos e a ter momentos raros de beleza devido á beleza daquele país!

Hão-de perguntar: saudades de uma cidade onde não se pode andar com os vidros do carro abertos devido ao cheiro e ao calor? sim... Mas conseguimos comprar uma bebida a cada 50 metros....

Saudades de um país onde o seu já de si transito caótico, vira infernal quando alguém do Governo decide sair da cidade Alta e atravessar a cidade?... Sim...

Estranha-se mas depois entranha-se em todos os poros deste corpo...


Dêem uma olhadela no site. Vale a pena para talvez perceberem um nadinha do que digo.

Verdades....


Gosto mesmo desta!!!

Sexo e a cidade 2

Fui ontem ver o filme...

Em termos globais nem gostei nem não gostei.... foi mais um... E tirando as questões relevantes e reais das mulheres de hoje (adoptar o apelido do marido, ser mãe, menopausa, dúvidas), já sabemos que o essencial desta aventura destas 4 amigas não passa por algo mais envolvente e supremo...

Gostei da Samantha, em cima do palco a ser discreta ehehehe - "a minha mesa é ali"..., gostei da conversa da Miranda e da Charlotte, gostei do glamour daquela gente (tirando alguns excessos claro), os Maybach são fantásticos não são? Só não percebo é a mania dos carros brancos mas pronto.... gostei do início do filme, as imagens de N.Y, a música da Alicia keys e o marido da Beyoncé (que agora não me lembro do nome), achei um nadinha estranha a Liza.... mas adorei os cisnes.... e claro, Nova Iorque... tenho um fascinio por aquela cidade...

Mas gostei da letra da música que aquelas 4 cantaram:

(Helen Reddy and Ray Burton)


"I am woman, hear me roar
In numbers too big to ignore
And I know too much to go back an' pretend
'Cause I've heard it all before
And I've been down there on the floor
No one's ever gonna keep me down again

Oh yes, I am wise
But it's wisdom born of pain
Yes, I've paid the price
But look how much I gained


If I have to
I can do anything
I am strong (strong)
I am invincible (invincible)


I am woman

You can bend but never break me
'Cause it only serves to make me
More determined to achieve my final goal
And I come back even stronger


Not a novice any longer
'Cause you've deepened the conviction in my soul

Oh, yes, I am wise
But it's wisdom born of pain
Yes, I've paid the price
But look how much I gained


If I have to
I can face anything
I am strong (strong)
I am invincible (invincible)


I am woman


I am woman watch me grow
See me standing toe to toe
As I spread my lovin' arms across the land
But I'm still an embryo


With a long, long way to go
Until I make my brother understand

Oh, yes, I am wise
But it's wisdom born of pain
Yes, I've paid the price
But look how much I gained


If I have to
I can face anything
I am strong (strong)
I am invincible (invincible)


I am woman

Oh, I am woman
I am invincible
I am strong


I am woman
I am invincible
I am strong


I am woman"

terça-feira, 8 de junho de 2010

O que eu gosto de.... update...




Quer-me parecer que ainda vou gostar mais deste....Caramelo....canela.... e mais qualquer coisa....

Aiiiiiiiiiiiiii.......

Parvoíces...

Não consigo perceber porque se provocam coisas como a que vive a  Luna...

O blog é suposto ser "nosso"... São coisas pessoais... São as nossas opiniões e sentimentos... Já não bastou a outra senhora, na semana passada ou já nem sei quando?

Estamos a dar uma de invasores da privacidade ou paparazzi? Chegámos à loucura de Hollywood? Ora bolas, então que não seja através da rede social mais frequentada nos últimos tempos e a que em Portugal tem (acho eu) 2 milhões de utilizadores (eu sou 1)...

E claro, como se não bastasse a acção em si, ainda nos fazemos de vítimas...

Não percebo como alguém faz isto... ainda por cima, quando é facilmente visível quem tem razão e quem está a cometer o erro... A sério... não consigo perceber esta situação. Ninguém iria saber?

Helloooooo..... Internet.... Eu até posso dar o "desconto" até porque cada um tem os seus motivos para agir como age mas esta... sinceramente...

Isto é o quê? Chamar a atenção?

Ou então não ter a coragem de assumir sentimentos e querer dizer publicamente que o blog da Luna é o melhor!!! Sim, isto assemelha-se a um stalker... Filmes pois... porque isto parece um filme do Tarantino...

Quero.....


.... mesmo!!!!!!!!!!!

Não há por aí nenhum??

LOL

Gosto....

Estava no ano passado a chegar de Paris, (e deixem-me babar um bocadinho), regressada do concerto dos U2 no Stade de France quando dei por estes enormes placards no aeroporto de Lisboa... não pensei gostar tanto.... mas gosto.... não fosse isto de N.Y....  the city that never sleeps and where the streets have no name....


segunda-feira, 7 de junho de 2010

O que eu gosto de ....

Gelado de caramelo!!!! Ui.....


O prometido....


... é devido:

as minhas bolachas de ontem :)

Despentear....

“O mundo é louco, definitivamente louco...

O que é gostoso, engorda. O que é lindo, custa caro.
O sol que ilumina o teu rosto enruga.
E o que é realmente bom dessa vida, despenteia...
  - Rir às gargalhadas, despenteia.
  - Viajar, voar, correr, entrar no mar, despenteia.
  - Tirar a roupa, despenteia.
  - Beijar , despenteia.
  - Brincar, despenteia.
  - Sexo, despenteia
  - Cantar até ficar sem ar, despenteia.
  - Dançar até duvidar se foi boa idéia colocar aqueles saltos gigantes essa noite, deixa seu cabelo  irreconhecível...

Então, como sempre, cada vez que nos vejamos eu vou estar com o cabelo bagunçado...
mas pode ter certeza que estarei passando pelo momento mais feliz da minha vida.

Sempre vai estar mais despenteada a mulher que decide ir no primeiro carrinho da montanha
russa, que aquela que decide não subir.


Pode ser que me sinta tentada a ser uma mulher impecável, toda arrumada por dentro e por fora.


O aviso de páginas amarelas deste mundo exige boa presença: Arrume o cabelo, coloque, tire, compre, corra, emagreça, coma coisas saudáveis, caminhe direito, fique séria...


e talvez deveria seguir as instruções, mas quando vão me dar a ordem de ser feliz?


O único, o que realmente importa é que ao me olhar no espelho, veja quem eu devo ser”

Estou cansada de tentar estar “arrumada”… se o mais importante fazemos despenteadas… e quanto mais despenteadas melhor ehehehehehehe
Cansada de ser racional… de querer distinguir o branco do preto… E que tal viver apenas o momento? É um conselho para mim própria… Não levar tudo tão a sério. Não querer saber o que quer dizer determinado gesto, palavra…

Viver o momento… ser feliz!!! E se há coisa que sei é que a Felicidade está nas pequenas coisas…

Deixar para trás o que ficou, não pensar no porquê… se assim foi, tinha de o ser… ou nós deixámos que fosse…

Não querer descobrir o que quer dizer determinada coisa… se é para sabermos hão-de dizer-nos… Ou então, que tal perguntar… Nada como tomar conta da vida… Afinal, é a nossa vida...

A vida é uma bela viagem... imaginem uma viagem de comboio.... paisagens diferentes a cada km...
As coisas mudam... nem sempre para melhor, é verdade, mas mudam e ainda bem para mim que não gosto de estar sempre no mesmo sítio, a fazer a mesma coisa...

Confesso que esta mudança agora, sendo tão brutal como foi me apanhou desprevenida... e as nossas acções têm impacto em muita coisa e muita gente... e eu não estava preparada para isso...

Confesso que o ser impulsiva por vezes não me deixa avaliar todas as situações... e acabo por não considerar algumas variáveis... E depois levo com elas, mas já com a diferença sentida... e ainda que isso possa magoar, a decisão da mudança foi nossa... não avaliámos tudo - culpa nossa... os erros estão cometidos, agora há que saber viver com eles, tentar minimizar o seu efeito e acima de tudo, tentar não repeti-los... mas não vale a pena forçar uma coisa que já lá não está...

Ficou na paisagem ali atrás... Aquela antes da montanha... aquela que ficou pelo caminho...

Talvez haja lugar a uma nova realidade... ou talvez não... Dói, sim dói... mas às tantas doía mais o não fazer nada e ser tipo rã em água estagnada... não... eu não sou assim!! Não quero ser assim!

Sou daquelas mulheres de armas... não tenho muito tempo nem lugar para a auto-comiseração!

Pronto,  sei que não posso levar tudo à frente como se não houvesse amanhã e a pressa fosse muita em chegar....

Mas a mudança é inevitavel... aconteceu... o porquê não interessa... a transição tem de ser feita... ela ocorre naturalmente...

Podemos tentar pintar a tela com outras cores... mas algumas já secaram...

Acima de tudo, há que tentar ser feliz... em cada momento... eu sei, no nosso dia a dia o stress não deixa nem vai deixar... para a verdade é que também perdemos muito tempo a pensar nas coisas... quando afinal, basta manter as coisas simples... senti-las e andar para a frente... chorar... rir... sentir... dar-lhes o seu tempo e espaço e seguir....

Isto acima de tudo serve para a dor... A dor e a felicidade são momentos... e como já dizia a minha avó... não há bem que sempre dure, nem mal que não acabe....

E afinal o nosso esforço é o mesmo seja para a felicidade ou para a mágoa...

Que tal sermos felizes?

:)

domingo, 6 de junho de 2010

A seguir...

Andava eu a tentar organizar as fotos do pc, a aproveitar ainda o sol que está cá fora, e a levar com as maluquices da Luna que se me vê no sofá, se manda literalmente para cima de mim - no sofá da sala não faz isto, mas este como é mais pequeno... deve faltar-lhe espaço... e estava eu a dizer, andava a tentar organizar as fotos, sim porque o meu marido chega a ter 3 cópias da mesma foto.... ai ai ai!!! e encontrei esta:


O Arroz de lagosta do Pirata em Sangano!!

Devo dizer que neste dia, tinha chovido... ou seja, é melhor deixar apenas as fotos, para que me percebam...


Mas foi um dia fantástico!!!


Bem, agora, vou fazer uns biscoitos e a ideia tirei-a... aqui!!! Obrigada Carla!!! Estava na dúvida acerca do que ia fazer...




Quero....e tenho....


Castanho não é tão lindo??? Capa da revista Cães & Companhia....



Sim, os amigos chamam-me doida... considerando que tenho 2 belos exemplares.... de loucura.....


Sim, na foto abaixo está a minha Luna fantástica... doce, meiga, dedicada, leal, MALUCA!! HIPERACTIVA!!! DOIDA!! Eu sei lá...
E isto, da foto, é o que vocês verão, se vierem cá a casa e ela estiver a chegar ao sofá... nunca percebi o que ela tenta fazer... para além de me dar cabo do sofá...

Imaginem o rabo gordo de um labrador de 32kgs preto, convém dizer, na costas de um sofá branco, e depois, a deslizar por ali abaixo, até ficar devidamente deitada... mas como ás vezes à primeira não acerta, faz destas cenas... e rebola, e espreguiça, e cai, muitas vezes do sofá abaixo...

Ah pois... não fosse ela a minha Luna fantástica que adoro!!!

A outra pequenina é a minha doce Estrela... um doce de criatura!!! :)





sexta-feira, 4 de junho de 2010

Há cada coisa...

Sim, sou do FCP!! Já foi com mais gosto mas sou e serei do FCP nas horas boas e nas outras nem tanto assim...

Mas o Villas-Boas?



Bem prognósticos só no final... pode ser que o Sr. dos Milagres do SLB vá de facto para o Liverpool... dava jeito...

Porquês #1

Porque é que há coisas que se fosse uma mulher a fazer nós não desconfiávamos... mas como é um homem... já ficamos na dúvida...


Afinal, hoje em dia, a diferença já não é assim tanta...

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Happy

Não leio esta revista regularmente, mas hoje, no intervalo entre o treino e a massagem dei uma vista de olhos... Sim, treino e massagem porque amanhã tenho de trabalhar e queria mesmo é ir para a praia LOL

Mas encontrei este pequeno texto, parte integrante da reportagem de Carmen Saraiva:

"Quantas opçoes existem no menu de um DVD? Menos do que as que a vida nos dá quando nos deparamos com uma decisão importante. Há episódios que gostávamos de poder rever como um filme, premir o botão «pause» e logo a seguir «change ending» ou «delete». Quando o caminho se bifurca em direcções opostas, analisamos todos os prós e contras e escolhemos aquele que nos levará ao lugar mais happy. Mas, por vezes, o destino final não nos agrada e percebemos que a viagem pode ter sido em vão. É impossivel recuperar os grãos de areia que entretanto já se esvaíram pelo fino intervalo da ampulheta. Depois, a angústia do tempo perdido mantém-se presente, como um espectro que nos assombra dia e noite. Gosto de pensar que não me arrependo de nada (apenas do que não fiz). Mas na vida de muitas mulheres há feridas que nasceram de histórias imperfeitas."

Mas uma coisa é certa - nunca é tarde para sermos e fazermos aquilo que queremos. Apenas temos de controlar o nosso medo... Alguns finais não são aquilo que esperávamos, mas outros são bem melhores do que aquilo que pensámos...

Tenham um bom feriado!!! :)

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Nem mais!!!

"Desilusão"

Encontrei este texto por acaso... é de Catarina Perdigão Falcão.

Antes de mais peço desculpa à autora por me "apropriar" das suas palavras mas é que resumem muito bem o que eu sinto por estes dias...

Catarina, se vires isto e quiseres que eu tire, diz-me por favor. Obg.

"Desilusão é uma parte integrante do meu dia a dia!



Alegramo-nos por saber que a família é aquela que em principio estará lá sempre e nunca nos desiludirá, mas essa é uma certeza ou uma sensação que já não tenho. Tenho a certeza que não há elemento da minha esfera de conhecimento que não me tenha, por maior ou menor que seja a razão, desiludido.


As pessoas não são aquilo que esperamos delas, são o que são e teremos, se quisermos, de gostar delas tal e qual como são, como aprenderam a ser ou como a vida fez com que elas fossem.


Li uma vez que as pessoas nunca mudam verdadeiramente, podem adaptar-se e moldar-se à vida e ao mundo mas no fundo são aquelas mesmas pessoas que sempre foram! Será que é pecado esperar das pessoas, esperar atitudes, sentimentos, considerações? Ou o único inconveniente é mesmo só nosso, já que é certo que essas mesmas pessoas não irão com certeza agir como esperamos que elas ajam! Será que para diminuir a desilusão que sentimos dependemos apenas de nós e da visão que temos do mundo e das pessoas, as vezes é uma visão um pouco romântica e demasiado cinematográfica?! Devemos vê-las apenas como aquilo que realmente são e não aquilo que queremos que elas sejam?!


A imagem de pessoas perfeitas tem que acabar, não existe perfeição como um todo, apenas um visão particular de perfeição que pode ser a nossa mas não a da pessoa que esta ao nosso lado. Somos diferentes e, ou nos respeitamos nessa mesma diferença, ou então o mundo e as relações não valem a pena! Aprender connosco e aprender com os outros. Que a nossa perfeição seja parte da perfeição dos outros e que a dos outros venham como mais valia para nós e nos faça sermos melhores como pessoas e seres humanos.


Aprender a respeitar a diferença, aquilo que não é o que acreditamos mas é na realidade o que outros acreditam!


Crescer é uma parte fundamental do ser humano, ter a capacidade de pensar e de com esse pensamento evoluir é fantástico! As vezes é preciso cair mil vezes, só para que se tenha a noção que se pode e se consegue ‘levantar’ e, mesmo com o orgulho ferido, levantar a cabeça devagar e caminhar com esperança no futuro porque no fim de tudo a queda não foi apenas uma queda, foi apenas mais um degrau que se subiu nesta grande escada que é a vida.


Não me considerem uma rapariga demasiado profunda nem com a mania que tem uma veia poética, vejam me apenas como uma rapariga de quase 25 anos que tem duvidas sobre a vida, sobre as relações humanas mas que no fundo gosta mesmo de parar para pensar e tentar entender aquilo que não entende, mesmo que isso se venha a revelar uma mágoa! É mesmo só isso... "
 
E sim, é só mais um degrau!
 
E a sorte são as outras pessoas que nos aquecem o coração, com as suas pequenas coisas!
Felizmente há de tudo neste Mundo :)

terça-feira, 1 de junho de 2010

Não é por mal...

... mas falta-me a inspiração para escrever...

... apesar do sol que brilha lá fora e do calor que se faz sentir (tão bom!!!)... sinto-me tipo Gandalf... the grey... são momentos.... e tudo passa... :)


E depois ao ver blogs a fazer listas dos piores... começo a pensar no objectivo desta coisa...

Para mim, quer tenha ou não seguidores trata-se de exorcizar pensamentos, emoções, vontades... seja ou não para alguém ler...

Trata-se de uma parte de nós (quer seja verdadeira ou não) e por isso apenas acho que deve ser respeitada. Merecemos respeito enquanto seres humanos que somos e por isso também os nossos pensamentos... Não, não agradamos a todos, mas na rua, sem conhecermos a malta de lado nenhum, não nos pomos a fazer listas dos que não gostamos só porque ouvimos umas coisas... o ser humano é tanto mais que uns pensamentos... umas linhas...

Sim, nem todos são bonitos, assim como os blogs, mas existem e dão cor à vida de várias pessoas. Assim como os blogs... dão cor à blogosfera... não estão lá para nós ou para nos atingir... estão lá para o seu autor...

São para ser respeitados.